Cachorro com mau hálito? E agora?

Cachorro com mau hálito? E agora?

6 dicas para tratar o bafinho do seu cão

Ninguém gosta de mau hálito, inclusive de alguém que a gente ama. Frequentemente você pode sentir um cheiro forte vindo da boca do seu cãozinho e por mais que pareça comum, não é!

Muitos tutores acabam não aderindo aos cuidados necessários para evitar e até tratar a causa do mau hálito do cão, mas afinal, porque eles tem isso?

De acordo com o Blog Petz, esse sintoma pode ocorrer apenas pela falta de higiene bucal do cãozinho, mas cuidado, pois também pode ser um indício de que a saúde do pet não vai bem. Por isso, caso você identifique o hálito ruim em seu cachorro, é importante consultar um médico veterinário para saber quais são as causas.

Depois de entender o que causa o cheiro ruim na boca dos cães, é importante saber como acabar com o mau hálito. Para isso, separamos 6 dicas muito práticas e eficazes para acabar de vez com o mau hálito dos pets.

  1. A primeira e mais importante é a higienização. Quando os dentes dos cães são escovados diariamente, qualquer resíduo presente neles são retirados e a formação das substâncias e da placa dentária causadoras do mau hálito não conseguem se desenvolver.
  2. Quando os dentes dos cães já estão com o acúmulo de tártaro, apenas as escovações não serão suficientes. Sua retirada precisa ser feita com técnicas profissionais, realizadas na maioria dos casos por veterinários.
  3. Uma boa alimentação também reflete na saúde bucal dos cães. As rações secas são as melhores opções para aqueles que possuem mau hálito, já que seus grãos retiram consideravelmente o acúmulo de tártaro e placas bacterianas.
  4. Oferecer petiscos e brinquedos especiais também ajuda na saúde dos dentes, já que eles são criados para limpar os dentes, fortalecer as gengivas, prevenir o acúmulo de tártaro e ainda estimular a mastigação.
  5. Utilizar produtos extras para a limpeza dos dentes, como os enxaguantes bucais, por exemplo, também são ótimos para manter a boca dos cães sempre cheirosos e longe de bactérias.
  6. Por fim, fazer consultas periódicas, entre seis a doze meses, em um médico veterinário de confiança — para que ele possa analisar como anda a saúde bucal do pet e, caso seja necessário, indicar algum outro método para tratar o problema, mantendo-o longe de doenças mais graves.

Encontre perto da sua casa veterinária e agende sua corrida para levar seu pet ao vet. Acesse nosso PET PLACES:

A PetDriver ajuda você a cuidar de quem você ama! Conte com nossa frota para levar você e o seu cãozinho nas visitas ao vet e mantenha a saúde do seu animalzinho sempre em dia.

Baixe o app e tenha em mãos possibilidades infinitas de fazer o seu pet feliz!

PetDriver. Viva junto de quem você ama. S2

No votes yet.
Please wait...
Deixar Seu Comentário