Cuidados no inverno são importantes!

Doenças que podem acometer os pets nos tempos de inverno

O inverno já está aí e começa a jornada dos suplementos para a imunidade, das roupas mais quentinhas, dos cuidados extras com o frio, afinal, a vida não pode parar por conta de alguma doença,  não é? 

Pois saiba que com os pets, o frio não perdoa, eles podem sim ficar doentes mesmo com uma roupinha de pelos extra. Por isso, listamos aqui as doenças mais comuns que podem acometer os pets nos dias de inverno para que você tutor, possa tomar os devidos cuidados. Anota aí:

Gripe Canina

Sim, cães pegam gripe! Mais conhecida como “tosse dos canis” ou traqueobronquite infecciosa canina, é a doença mais comum entre os cães durante o inverno.

Quando um cão doente entra em contato com um saudável, seja de forma direta, pelas secreções respiratórias ou objetos contaminados, é quando acontece a transmissão por meio de vírus ou bactéria (assim como entre humanos).

Se você tem mais de um pet em casa e um deles está com gripe canina, é indicado que esse peludo fique em isolamento para evitar a transmissão. Os sintomas são:

  • Espirros
  • Falta de apetite
  • Febre
  • Tosse seca ou com secreção

Em casos graves, a gripe canina pode evoluir para uma pneumonia e levar o pet a óbito, especialmente filhotes ou pets debilitados, por isso, muita atenção!

Cinomose Canina

Uma das mais temidas entre os tutores, a cinomose é uma doença viral que pode deixar sequelas e até levar a óbito. No inverno, com as baixas temperaturas, o vírus da cinomose sobrevive e se dispersa mais facilmente no ambiente.

O risco de contrair a doença é alto entre os filhotes com até 1 ano. Além disso, os cães que não possuem as vacinas em dia ou que estão com a imunidade baixa, também correm o risco de contrair a doença.

A doença pode atingir o organismo, evoluindo para alterações no sistema respiratório, problemas gastrointestinais e neurológicos. Considerada uma doença muito forte para os cães, estudos mostram que apenas 15% dos animais infectados sobrevivem à ela.

Normalmente a transmissão pode ocorrer por secreções oculares, nasais, orais e pelas fezes. Mas o contágio pela cinomose vai além, pode até ser transmitida pelo tutor, através de roupas ou calçados infectados e transmitir para o pet facilmente. Os sintomas são:

  • Apatia
  • Vômito
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Parasitas
  • Falta de coordenação
  • Secreções oculares
  • Secreções nasais
  • Convulsões
  • Espasmos

Artrite/Artrose

Durante o frio, a musculatura do animal enrijece, desta forma, a circulação sanguínea e oxigenação ficam comprometidas, complicando ainda mais os casos de artrite e artrose já existentes. Alguns sintomas a se observar são:

  • Dificuldade em se locomover
  • Dor à palpação
  • Dificuldade em encontrar posição para deitar e dormir.

Pneumonia Canina

Assim como citamos acima, quando uma simples gripe não é tratada, o sistema imune se fragiliza ou alguma outra patologia associada acontece, e o quadro pode evoluir para situações mais graves, como pneumonia.

Na maioria das vezes, o tratamento requer hospitalização, administração de medicamentos específicos e repouso. Os sintomas mais frequentes são:

  • Tosse
  • Febre
  • Secreções oculares e nasais
  • Dificuldade em respirar
  • Perda de apetite

Dicas para manter o pet protegido no inverno

  • Tente controlar a temperatura do ambiente de forma que seu pet fique confortável;
  • Coloque roupinhas em animais que possuem pelo curto;
  • Deixe cobertores, mantas ou até tapetes para que ele possa se aquecer;
  • Não se esqueça de manter o potinho de água cheio, e apenas água em temperatura ambiente.;
  • Se o pet for muito sensível ao frio, peça auxílio do vet para fazer uma suplementação nutricional eficiente para manter a imunidade dele em dia.

Ter um animal de estimação é se comprometer com a saúde e bem estar dele integralmente. Deixar certos cuidados de lado podem se tornar uma dor de cabeça enorme no futuro, então, para evitar sustos e até mesmo a tristeza de perder o peludinho, cuidados como esses são fundamentais para que o pet viva muito e muito feliz e saudável.

Conte com a PetDriver para levar e trazer você e o seu peludinho no conforto de uma frota 100% pet friendly, confortável, segura e quentinha. Com poucos cliques você garante a viagem do seu peludo sem se preocupar!

Baixe agora o Super App PetDriver e tenha tecnologia inovadora a favor da sua rotina com o seu pet.

PetDriver – Viva junto de quem você ama. S2

Faça a primeira avaliação!
Aguarde...

Veja mais postagens relacionadas

Promocional

Como (não) escolher um App para atuar!

Desvantagens de ser motorista parceiro PetDriver Quem é motorista de aplicativo sabe o quanto pode ser corrida a rotina, além de cansativa e estressante. Há

Promocional

O pet shop preferido de Pinheiros!

Parceiro Docg Pinheiros: Pet shop completo para pets autênticos Todo tutor que ama seu peludo deseja que ele viva muito, feliz e viva o melhor

Promocional

Estrelas do Rock e seus pets!

 Dia do Rock: Suas estrelas do rock favoritas que compartilhava o mesmo amor por pets! Se você é amante do bom e velho rock’n roll,